Arcos de Valdevez

Pequena vila do norte de Portugal, conhecida pelo ambiente calmo e em perfeita harmonia com toda a natureza envolvente.

O Parque Nacional Peneda-Gerês, reconhecido mundialmente pelos seus trilhos, lagoas naturais e paisagens de tirar a respiração, oferece as mais diversas experiências aos seus visitantes.

Não podemos deixar de salientar o cartaz cultural desta vila que tem despertado curiosidade entre todas as gerações, tanto pela sua polivalência e actualidade como pela presença de artistas de renome internacional.

Tudo isto torna Arcos de Valdevez num destino de férias perfeito! Venha passar uns dias em família e em contacto com a natureza!

Trilhos

Parcerias / Actividades

Ao efectuar a sua reserva através do nosso site, receba entradas para a Porta do Mezio.

Entradas válidas durante a respectiva estadia no Eido do Pomar.

A Porta do Mezio, uma das cinco portas do Parque Nacional da Peneda Gerês, é o hall de entrada para a magnífica imensidão das montanhas e vales do Soajo e Peneda. Um território tão magnífico que a UNESCO o considera Reserva Mundial da Biosfera! Na Porta, para além de ficar a conhecer todos os pormenores necessários para se aventurar pelas florestas e montes, pode passar momentos de descontração e grande diversão com a família e amigos.

Ao efectuar a sua reserva através do nosso site, receba entradas para Paço de Giela

Entradas válidas durante a respectiva estadia no Eido do Pomar.

HISTÓRIA
O Paço de Giela é um exemplar notável de arquitetura civil privada medieval e moderna, considerado um dos mais importantes Monumentos Nacionais, assim classificado em 1910.
A sua origem está profundamente ligada à formação da importante “Terra de Valdevez”. A edificação da “casa-torre” de Giela marca um novo momento de proteção e domínio senhorial e régio sobre a região, destacando o edifício pela sua profunda originalidade e importância. Atualmente é visível a torre medieval bem como o corpo residencial, com janelas “manuelinas” e entrada fortificada, maioritariamente edificado no século XVI. A torre terá sido construída em meados do século XIV, substituindo uma pequena torre abandonada no século XI, e correspondendo a uma fase de ocupação de forte influência medieval e de vigor dos castelos.

Close Menu